Veja como realizar transporte multimodal eficiente

15 de dezembro de 2021

Já ouviu falar ou conhece o transporte de cargas multimodal? Em uma rápida explicação, trata-se do modo de entrega que utiliza dois ou mais modais de transporte para que a mercadoria chegue até o seu destino final, isso desde que todo processo seja feito sob o mesmo contrato jurídico.

Assim sendo, esta modalidade de transporte é considerada uma das mais importante no intuito de realizar entregas de maneira rápida e eficiente, principalmente para cargas internacionais. Com isso, obtém-se vantagens competitivas, otimização de custos e aperfeiçoamento das operações.

Dessa maneira, a fim de entender melhor este assunto, a seguir explicaremos como realizar o transporte de cargas multimodal eficiente. Confira e saiba mais!

Afinal, como funciona o transporte multimodal de cargas ?

Primeiro de tudo, para realizar as operações do transporte de cargas multimodal, é crucial contar com um operador de transporte multimodal (OTM). Pois, trata-se de uma empresa logística que se responsabilizará pelo envio das mercadorias, ou seja, todas etapas serão realizadas por ele, desde a coleta, passando pelos processos burocráticos, transporte e a entrega até o destino final.

De modo geral, ocorre uma significativa redução de custos, já que o pagamento será referente a um único frete. Assim também, possibilita benefícios como praticidade, agilidade, redução de falhas e a diminuição de problemas operacionais. Logo, esta é uma modalidade considerada vantajosa para o transporte de cargas, uma vez que desburocratiza algumas etapas do processo, aproveitando-se da melhor infraestrutura.

Neste sentido, é necessário que para atuação do OTM, se tenha o registro na Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT). Isso porque, a multimodalidade exige a emissão do Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas  (CTMC), documento que valida a contratação de prestação de serviços.

Modais envolvidos

Em geral, a multimodalidade envolve modais como o rodoviário, aéreo, aquaviário, ferroviário e dutoviário.

Rodoviário – É o modal mais utilizado do país, realizado por via terrestre, em rodovias ou estradas, a partir de veículos como carretas, caminhões, bagageiro de ônibus, carros e às vezes até moto. Desta forma, sua maior vantagem é a acessibilidade, pois consegue acessar as rotas mais difíceis, e a desvantagem é a insegurança das estradas que alguns casos ocorrem roubos e furtos.

Aéreo – O modal que mais cresce nos últimos anos, por conta da sua agilidade, sendo o mais indicado para entregas urgentes e de produtos valiosos. É realizado por vias aéreas, a partir de aeronaves, tendo como maior desvantagem os altos custos, em contrapartida, a maior vantagem é a segurança.

Aquaviário – Modalidade realizada por via marítima (mares) e fluvial (rios e lagos), a partir de navios, o qual tem como principal função o transporte de matérias-primas. Tem grande capacidade de carga e possui pouca taxa de acidentes.

Ferroviário – Um dos transporte de cargas menos utilizados no país, já que existe pouca infraestrutura para esse tipo de locomoção. Isso porque, é realizado por trens em vias férreas, e sabe-se que existem poucas ferrovias brasileiras. Neste modal são transportadas cargas de baixo valor agregado.

Dutoviário – Transporte feito por meio de tubulações. Considerado econômico, seguro, além de funcionar 24 horas por dia, contudo, transporta pouca variedade de produtos (serve somente para água, cerveja, derivados de petróleo, gás e minérios).

Vantagens do transporte multimodal 

Certamente o transporte multimodal dispõe de vantagens importantes para todos os envolvidos nas operações, já que combina de forma eficiente diferentes modais. Por isso, entre as principais estão:

Redução na burocracia 

Geralmente no processo multimodal é necessário somente um operador nas atividades, pois assim garante mais comodidade e segurança. Em vista disso, diferente do transporte que utiliza apenas um modal, a multimodalidade permite que o documento fiscal CTMC seja válido para toda operação, o que por consequência, dispensará várias assinaturas de contrato.

Centralização das responsabilidades 

Com o OTM nas operações multimodal haverá a centralização das responsabilidades, dado que ele ficará responsável por todo processo, da coleta da mercadoria até a entrega no destino final.

Diminuição dos custos 

Outro ponto benéfico relacionado a esta operação é a diminuição dos custos, principalmente porque utiliza-se da melhor infraestrutura disponível, além de reduzir gastos indiretos, ou seja, o que são usados com recursos humanos.

Expansão no mercado 

A partir do uso de diferentes modais de transporte permite que a empresa cresça ainda mais suas demandas, se torne mais competitiva e conhecida no mercado.

Portanto, o transporte  de cargas multimodal é uma das operações que mais crescem no setor, devido suas vantagens e eficiência. Por esse motivo, a Contec dispõe do transporte de cargas multimodal em suas atividades, com eficiência, pontualidade e segurança.