As 6 Melhores Práticas de Sustentabilidade para Transportadoras

15 de março de 2021

O assunto logística sustentável tem sido bastante debatido na atualidade, sendo atribuído como prioridade em muitas empresas. Desse modo, apostar nessa ideia é uma maneira de transformar seus processos logísticos em atividades menos onerosas ao meio ambiente.

Por essa razão, é preciso traçar estratégias logísticas que visam à preservação do meio ambiente, principalmente em relação ao transporte rodoviário, o qual é um dos grandes responsáveis pela poluição. Logo, deve-se agir com responsabilidade social e promover o respeito ao meio ambiente, e como resultado contribuirá com o crescimento e otimização das frotas.

Isso posto, para entender melhor sobre este tema, a seguir elencamos as 6 melhores práticas de sustentabilidade para as transportadoras, acompanhe e saiba tudo.

1 – Sustentabilidade como meta

Geralmente os negócios possuem objetivos e metas, e a sustentabilidade deve ser uma meta, a fim de que ela seja efetiva e faça parte definitivamente da cultura da empresa.

Sendo assim, a partir de algumas ações, o fluxo logístico completo consegue diminuir os impactos ambientais. É imprescindível que os gestores desenvolvam políticas sustentáveis e as integre á cultura organizacional da empresa e ao planejamento estratégico.

2 – Manutenção do veículo

Mantenha a revisão dos veículos em dia, isso porque quando os caminhões estão com problemas tendem a ser mais poluentes e menos econômicos. Por isso, é crucial manter os escapamentos em boas condições com a intenção de reduzir os níveis de poluição.

Uma dica é utilizar os óleos lubrificantes, já que em muitos casos eles aumentam a vida útil do motor e ajudam a reduzir o consumo de combustível. Outras ações recomendadas são inspecionar os pneus periodicamente, assim como motor, bateria, freios, equipamentos de sinalização, entre outros.

3 – Otimização de rotas

A otimização de rotas é um fator essencial nas transportadoras, pois gera vários benefícios como redução no tempo de entrega, economia de combustível, satisfação dos clientes, aumento da vida útil dos veículos, dentre outros.

Assim sendo, com a redução no consumo de combustível o resultado é a diminuição dos impactos ambientais. Devido a isso, a otimização é considerada uma prática ambiental que pode ser feita por meio de sistemas de gestão de transporte, o qual permite monitorar a carga, planejar o melhor trajeto e gerar relatórios inteligentes.

4 – Coleta e distribuição noturna

Em relação à coleta e distribuição de mercadorias seria interessante que fossem feitas no período noturno. Visto que essa simples prática auxilia na redução de emissão de gases poluentes, além de economizar recursos. Já que neste horário não costuma ter trânsito, permitindo os caminhões circularem com mais eficiência e agilidade.

5 – Redução no consumo de papel

Quando o assunto é sustentabilidade o papel deve ser usado cada vez menos, pois essa é outra forma de reduzir os impactos ambientais gerado por esse tipo de material. Além disso, no mundo cada vez mais tecnológico, podem-se digitalizar documentos e automatizar processos por meio de softwares com armazenamento em nuvem.

6 – Reciclagem

Reaproveitar e reciclar é essencial para uma transportadora que deseja implementar a logística sustentável em suas operações. Deste modo, pode-se por exemplo, adotar estratégias de reciclagem e reaproveitamento de embalagens, como o papelão e os paletes que estiverem em bom estado poderão ser utilizados novamente. Com isso, gera economia significativa e contribui para que aja menos poluição no meio ambiente.

Portanto, a logística sustentável numa transportadora contribui para que reduza cada vez mais os impactos ambientais, seja por emissão de gases danosos ou por materiais lançados na natureza. Além do mais, a partir das ações e estratégias criadas reduzem também alguns custos.